segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Sustentável



Nos últimos anos temos aprendido sobre sustentabilidade. Ano passado com mais dedicação de minha parte em vários cursos, fóruns, palestras, livros, conversas, etc...
Me apaixonei ainda mais. Completamente!! Em seguida um frio na barriga, meio que um desespero tomou conta de mim. Como se uma voz gritasse: Faça alguma coisa! Mas tem que ser já.
Um pouco distante do espírito/discurso de acusações e culpas que alguns colegas escolhem, para mim veio como conscientização.
Na minha opinião a educação é a chave! E quanto antes, melhor.

Sou super adepta do "aprendeu, ensinou". Além de, na minha opinião, ser uma ótima maneira de fixar os novos conceitos e práticas aprendidas, faz com que pulverize rapidamente suas ideias.
Tem algo novo aí na "caixola", passe adiante!
Talvés seu forte não seja planejar ações baseadas em novos conhecimentos, mas concerteza você poderá passar para alguém (amigo, mãe, filho, vizinho), tudo o que tem aprendido.
Faça isso! Não guarde segredo com seus novos conhecimentos, seja generoso, doe palavras, reparta um pouco de sua sabedoria. Você nunca vai ficar sem!

Bastante engajada e entusiasmada, contava para todos cada detalhe aprendido.
Reescrevemos nossas Políticas, com visão de sustentabilidade para todo o negocio e não para meio ambiente apenas. Adotamos novas práticas e mantivemos outras já existentes.

Em casa, com 03 seguidores fiéis, conseguimos mudar vários hábitos. O consumo foi o principal deles.
Além de gerar lucros (sim, sustentabilidade visa lucros!) ganhamos qualidade de vida. Bem estar!

Na empresa grandes mudanças. Cálculo de emissão de CO2, plantio de árvores, novas práticas de reciclagem, consumo inteligente de água e energia elétrica, reutilização, pós consumo, relacionamento, lucros, investimentos, valorização de pessoas, inovação, incentivo a fornecedores, projeto social para construção de centro de formação profissional no Vale do Jequitinhonha, respeito por cada colaborador, novas definições de prazos, briefings, ajustes de preços (sim, eles estavam defasados e não havíamos parado para reformular), compromisso qualidade, e outras "cositas más"...srs.

Sempre valorizando as pessoas, muito antes das corporações, muito antes de coisas. De equilibrar o econômico, meio ambiente, social e cultural, visando toda a cadeia, cada etapa do processo. Lembrando sempre de não tirar das futuras gerações a chance de suprir as mesmas necessidades que estamos suprindo hoje e, acima de tudo, entregar para elas um lugar muito melhor, mais equilibrado (em todos os sentidos) e justo.

Adote novas práticas sustentáveis. Implante uma nova visão em sua corporação. Mude. Comece por você, outros te seguirão.


(obs: A imagem do programa "Vida Sustentável - PepsiCo" foi densenvolvida pela Souto)

2 comentários:

Katherine Nunes disse...

Pois é, sustentabilidade inclui cuidadr do meio ambiente, mas nao SÓ isso!
Gostei da forma que vc tratou de como o mundo sustentavel é alem de nao jogar papel na rua, e sim trazer beneficios para nós seres humanos, beneficios benéficos( rsrs, sera q pode falar dessa forma?! ):P

Beijoss

Adriane Souto disse...

Oi Kath!
Claro que pode. Outra coisa legal de lembrar é que sustentabilidade não tem uma fórmula pronta. E como transparência e pessoas vem em primeiro lugar, você pode falar o que realmente está pensando, e é muito bom ver que pensas em benefícios para todos, não só pra você, não só focado em consumo...pra todas as pessoas, para o planeta td ;) srs
Valeu pelo coments
bjo